Salão de Genebra 2018: McLaren Senna, carros voadores e outros destaques.

Mostra tem SUV do grupo Volkswagen que será lançado no Brasil, novo Corolla hatch, cupês de BMW e Mercedes.

A edição de 2018 do Salão de Genebra mantém a tradição dos carros de luxo e superesportivos. No entanto, a mostra está mais voltada aos conceitos e tem importantes modelos “comuns”. Veja abaixo uma lista dos principais lançamentos deste ano.

Skoda que antecipa VW T-Cross

Em condições normais, os brasileiros não dariam muita importância para as novidades da Skoda no Salão de Genebra. Mas a marca tcheca do grupo Volkswagen exibiu um conceito que dá pistas de como pode ser o T-Cross, novo SUV compacto que a marca alemã lançará no Brasil ainda este ano.

A versão de produção do Vision X será o “irmão menor” de Karoq e Kodiaq, já vendidos na Europa. O visual dos dois será um pouco diferente, mas é possível ver alguns traços comuns no grupo Volkswagen, caro das lanternas e da lateral.

Toyota Corolla hatch

Auris não tem previsão de chegada ao Brasil. Mas diz muita coisa de como deve ser o próximo Corolla sedã que temos por aqui. O hatch ganhou visual bem mais agressivo.

Mas as maiores e melhores novidades estão debaixo do capô. A Toyota trocou 5 motores a combustão por apenas 1. Por outro lado, dobrou (de uma para duas) o número de versões híbridas. Tem até uma que entrega 180 cavalos com o motor 2.0 mais um elétrico. Leia mais sobre o Corolla

‘Carros voadores’

O Pop.Up já tinha sido mostrado na última edição do salão. Para este ano, a Audi entrou na jogada, para ajudar a desenvolver a bateria e os sistemas autônomos. O resultado é o Pop.Up.Next, que tem módulos de voo e de rodagem em estradas. Leia mais sobre o ‘carro voador’

Além dele, o modelo holandês Pal-V está exposto na feira. Lembra dele? Ainda no ano passado, a fabricante disse que já aceitava encomendas e prometia entregas a partir deste ano.

McLaren Senna

Pela primeira vez, o carro feito em homenagem ao piloto brasileiro é exibido em salão. Ele será lançado ainda neste mês e só terá 500 unidades produzidas.

A McLaren diz que ele é o carro de rua mais leve construído pela marca desde o icônico F1. Os 1.198 kg (peso seco) são empurrados pelo motor V8 4.0 biturbo, que rende 800 cavalos de potência a 7.250 rpm e despeja 71 kgfm de torque já a 3 mil giros.

Segundo a fabricante, ele vai de 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos e atingir 200 km/h em 6,8 segundos. A velocidade máxima será de 340 km/h, de acordo com a fabricante. Leia mais sobre o McLaren Senna

Ferrari de 720 cv e mais hipercarros

488 Pista tem o V8 mais potente já produzido pela marca italiana. São 720 cv. O modelo é o sucessor da dinastia de Ferraris com este tipo de motor, que já esteve nas mãos de 360 Challenge Stradale, 430 Scuderia e 458 Speciale.

Comparado ao modelo 488 GTB, do qual traz sua base, a 488 Pista ficou 90 kg mais leve.

QA Aston Martin mostra o Valkyrie de 1.100 cv.

A Porsche revelou o 911 GT-3 RS, de 520 cv.

Esportivo híbrido da Volvo

A Polestar, nova divisão esportiva da Volvo, mostrou no final do ano passado as primeiras imagens do Polestar 1, que como o nome já adianta, é o primeiro veículo da empresa. Agora, em Genebra a fabricante apresenta o veículo ao público.

Segundo a Volvo, há cerca de 6 mil interessados no modelo, que começa a ser produzido no meio do ano que vem – apenas 500 unidades por ano. O Polestar 1 é um híbrido esportivo de 600 cv e mais de 100 kgfm, que tem autonomia para rodar até 150 km em modo totalmente elétrico.

Volkswagen sem volante

A montadora se antecipou e revelou ainda na véspera do salão o conceito I.D. Vizzion, da nova família de carros elétricos da marca. Ele não tem volante, pedais e nem controles aparentes. Trata-se de um carro autônomo, isto é, que dispensa motorista. Leia mais sobre o I.D. Vizzion

Mercedes-AMG GT 4 portas

A Mercedes-Benz ensaiou por um bom tempo a estreia do primeiro AMG de quatro portas. Mas a espera acabou. O nome é tão comprido que é possível que o esportivo chegue aos 100 km/h antes de você terminar de falar Mercedes-AMG GT 4 portas Coupé.

Isso sem contar as versões. Serão 3: uma com motor de 6 cilindros em linha e 435 cv e duas com um V8 de 4 litros, de 585 cv ou 639 cv. Esta última acelera de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos, com máxima de 315 km/h. Nada mal para um carro “familiar”. Leia mais sobre o Mercedes

BMW Concept M8 Gran Coupe

M8 Gran Coupe ainda é um conceito, e só deve ser lançado no ano que vem. Mas suas linhas finais não devem ser tão distantes do modelo mostrado em Genebra.

Assim como o rival da Mercedes, é um cupê de 4 portas com pegada esportiva. Tem tudo para ser um dos carros mais bonitos apresentados nesta edição do salão. Leia mais sobre o BMW

BMW X4

Nem parece que a mesma empresa que criou o M8 Gran Coupe também fez o novo X4. O SUV, que também tem pretensão de ser um cupê, perdeu parte da harmonia visual da primeira geração. A tampa do porta-malas tem menos elementos, mas parece simples demais.

Fora isso, a dianteira não mudou tanto, com faróis adaptativos de LED e grade ativa, que pode fechar automaticamente.

Bugatti de R$ 12 milhões

Esta nova versão do Bugatti Chiron não tem potência extra. A marca manteve os já superlativos 1.500 cv no Chiron Sport. A diferença está em ajustes de direção e suspensão, que deixaram o carro ainda mais rápido – 5 segundos na pista de testes da marca, no sul da Itália.

Outras alterações são bem extravagantes. As hastes dos limpadores de para-brisa são feitas de fibra de carbo, o que representa 1,4 kg a menos. A redução total foi de 18 kg. O preço? O equivalente a R$ 12 milhões.

Fonte: Auto Esporte.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: